quinta-feira, 24 de julho de 2008

Estilo Gótico (1.200 a 1.500)


O Estilo Gótico

A mais notável manifestação de arte da idade média. Caracterizada por sua leveza, altura de suas torres e flechas que apontam para o céu. Sendo a religião o ponto máximo de interesse na vida de cada um.


Originado na França no séc. XII, chamado de gótico por Rafael Sanzio, artista da Renascença Italiana que queria designá-la como uma arte bárbara, já que não era baseada na antiguidade clássica.
Os séculos XI
e XII são séculos de mudanças sociais, políticas e econômicas que em muito vão fazer crescer as necessidades de uma expressão artística mais adequada às novas premissas sociais.O comércio está em expansão, como também a troca de ideais estéticos entre os países. A econômia prospera e nasce um novo mundo cosmopolita. Paralelamente assiste-se ao crescimento do poder político representado pelo monarca e à solidificação do estado unificado, que vai aspirar por algo que lhe devolva a dignidade e a glória de outros tempos e que ajude a nação a apoiar a imagem do soberano .





A igreja,
por seu lado, vai compreender que os fiéis se concentram nas cidades e vai deixar de estar tão ligada à comunidade monástica, virando-se agora para o projeto do que será o local por excelência do culto religioso, a catedral . Ao contrário da construção humilde e empírica do românico, a construção religiosa gótica abre as portas para um espaço público de ensinamentos da história da bíblia, de grandiosidade, símbolo da glória de Deus e da igreja, símbolo do poder econômico da burguesia e do estado.É o florescimento do estilo Românico,vendo-se nele pela primeira vez o arco em ogiva,o arcobotante e a abóboda de aresta usados em conjunto.




No estilo Gótico foi descoberto um novo sistema construção,onde solucionou-se o problema de sustentação dos pesados tetos : O Cruzeiro de Ogivas,com suas nervuras concentrando o peso nos pilares.Assim as paredes deixaram te ter uma função de sustentação e passaram a ter mais aberturas, as paredes livres dos pesos dos tetos,foram abertas em largas janelas e vitrais,em forma de ogivas,trifório,ou circulares – as rosáceas.






O ambiente ficava iluminado através da luz que transpassava pelos vitrais dando ao ambiente um ar místico e irreal,nesse período houve um extraordinário desenvolvimento da arte de pintar vidros. São famosas as catedrais góticas em honra a virgem: Notre Dame de Paris;de Chartres,de Reims.




Nessa época a lareira assumiu a função de símbolo de lar,pois antes era acesa no chão e os construtores do gótico criaram a lareira de grandes proporções com a chaminé que se projetava para fora e era decorada com motivos arquitetônicos ou escudos de armas.Em frente a lareira eram colocadas cadeiras,bancos de encosto móvel e um pequeno tapete.

O Mobiliário era feito geralmente e carvalho deixado ao natural,eram de proporções pesada retangular e simples com pesadas ferragens usadas mais como proteção do que como embelezamento.

Destacaram-se nessa época as arcas ou cofres,credências,cadeiras,camas,bancos e mesas.
















  • Arcas ou cofres – serviam para guardar roupas e eram usadas tambem como cama ou assento,seriam precursoras dos armários e cômodas.




  • Credência - Movel alto,especie de altar de igreja,colocavam-se os alimentos para serem provados pelos servos antes de serem apresentados aos senhores.




  • Cadeiras - Em forma de trono com dossel para os senhores,pessoas de menor importancia utilizavam banquetas de dobrar em forma de X.




  • Camas - Eram altas,fechadas por cortinas,tapeçarias ou tecidos pesados,sendo necessário ás vezes o uso de banquetas para alcança-las,por isso era comumver-se ao lado uma banqueta,os cortinados e o dossel eram facilmente transportáveis.




  • Mesas - Longo tablado colocado sobre cavalete nas horas das refeições.Eram cobertas por finas toalhas de linho,porém não se usavam ainda nesta época os talheres e os pratos individuais,comiam com os dedos em uma grande bandeja colocada ao centro da mesa.Talheres e pratos individuais só foram começar a ser utilizados na metade do séc. XVI.
Aqui finalizamos os estilos da Idade Média,coloquei os detalhes que julgo mais importantes dentro desses estilos para quem quer conhecer um pouco da história da arte e a história do mobiliário,acredito que aqui poderá ser o início e motivação para muitos que buscam o conhecimento nessas artes.Além dos livros que me serviram de apoio para esta escrita,livros que ja citei,a internet é uma ferramenta de apoio indispensável e onde tem muitas informações que podem ser acrescentadas.
Bjs Sylvana Marques.

4 comentários:

Maristela disse...

Muito obrigada. Foi de grande valia. Maristela.

LISON disse...

Saudações!
Que Post Fantástico!
Amiga Jaqueline, o texto é prefeito e nos conduz a uma riqueza sem igual, com destaque ao mestre Rafael Sanzio, o precursor dessa maravilha!
Parabéns por mais um Post magistral!
Abraços,
LISON.

Principe Encantado disse...

Muito boa matéria uma aula, com essas imagens e textos, querer o que mais, parabéns.
Abraços forte

Sissym disse...

Eu adoro a arquitetura gótica. Estive em alguns monumentos e catedrais alemães, são impressionantes em riquezas visuais.
Em Praga existe uma mistura que é realmente encantadora.
Adorei ler tudo que voce trouxe, assim, pude relembrar o que já vi.