sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Estilos desenvolvidos nos Países Baixos


Estilos desenvolvidos nos Países Baixos





Vários estilos se desenvolveram nos Países Baixos; Alemanha, Áustria e Países Escandinavos. Baseados nos estilos da França, Itália e Inglaterra.


Nas cidades de interior originaram-se o estilo Provençal e em praias e campos ou montanhas viu-se os estilos Rústicos ou Camponês, característico ao estilo de vida de seus habitantes.


A Bélgica e a Holanda adotaram o gótico. Durante o século XVI sob o domínio espanhol esses paises foram influenciados pelo estilo Espanhol; o cinqüecento italiano deixou suas marcas no estilo Holandês e Flamengo, dessa época. Os interiores eram maciços em detalhes e pesados. Alguns dos mobiliários refletiam-se no móvel inglês Elisabetano e Jacobino.


Aliás, as influências do Renascimento e Barroco italiano foram em grande parte introduzidas na Inglaterra através dos Paises Baixos.


O comércio holandês com o Oriente trouxe a influência da Índia, Japão e China.
A contribuição chinesa foi a mais importante, pois além do uso da laca e porcelana, trouxe o desenvolvimento da perna cabriolet inspirada, dizem alguns, nos chineses.


Do séc. XVII em diante a arte holandesa e flamenga foi inspirada na arte francesa, mostrando grande luxo e exagero de linhas.







Estilos Austríaco e Alemão




A Alemanha e Áustria seguiram em arquitetura e interior os grandes períodos – Gótico, Renascimento, Barroco, Rococó e Clássico.



Aqui a figura da arquitetura de Biedermeier











BIEDERMEIER


Popular na Alemanha e Áustria entre 1820-1850, aproximadamente. O nome vem de um personagem de Ludwig Eichrodt que representava a burguesia alemã no começo do século XIX.




Surgiu como uma adaptação ao luxo exagerado do estilo Império francês, conservando o estilo Neoclássico; simples, robustos e confortáveis, geralmente de madeiras claras, e tecidos alegres nos estofamentos das cadeiras elegantes sem maiores pretensões. Era produzido para atender a burguesia alemã do séc. XIX, período marcado pelas guerras em abundância na Alemanha, Áustria e Escandinávia, portanto, com custos menores o mogno e outras madeiras mais caras eram evitados.



Renunciam-se as superfícies trabalhadas e esculturas como utilizadas no século passado.Os móveis são geralmente recobertos de marchetaria,unida e polida.O trabalho a mão volta a ser valorizado. O pinho é muito utilizado nestes móveis com marchetaria em cerejeira. A inspiração é greco-romana.



















































































THONET











A fabricação de móveis de madeira vergada já havia sido tentado em outros períodos anteriores, porém sem sucesso. Michael Thonet (1796-1871) em 1830 dedicou-se a essa arte com resultados satisfatórios e foi um período em que a sua empresa passou por uma grande expansão com linhas de móveis tubulares em aço de desenhistas famosos da Bauhaus como Mart Stam, Marcel Breuer e Mies van der Rohe.
Le Corbusier foi o primeiro a utilizar as cadeiras Thonet já num ambiente modernista.









Thonet nasceu em Boppart am Rhein, Tchecoslováquia. Onde montou seu primeiro atelier. Fundou a empresa Thonet em 1819 para produção de seus próprios projetos, em 1841, Thonet transferiu sua fábrica para Viena, Áustria, permanecendo lá por sete anos. Registrou sua primeira patente para moldagem de madeira lâminada em 1842. No início do século XX vários arquitetos vanguardistas de Viena desenhavam móveis para Thonet, incluindo Josef Hoffmann. Os móveis desenvolvidos nessa técnica eram leves, resistentes e de considerável efeito estético.

Atualmente, apenas 10 indústrias no mundo utilizam o sistema desenvolvido por Thonet. Os móveis além de decorar as residências são muito utilizados para ambientar bares, restaurantes e cafés, aqui no Brasil e no exterior. Devido as suas linhas são adaptáveis a qualquer decoração sendo muito atuais.

A cadeira 1859, ou modelo 214, foi e um dos modelos de maior sucesso concebidos para produção industrial. É o resultado de anos de experiência durante a década de 1850 na arte de dobra madeira sólida, e foi desenvolvida já com o objetivo de produção em massa (por volta de 1930 já tinham sido vendidos mais de 50 milhões de cadeiras em todo mundo). A empresa é atualmente dirigida pela 5° geração dos Thonet, com sede em Frankenberg, na Alemanha, onde mantém um museu.











A cadeira n°14 é conhecida como a cadeira das cadeiras,com uma produção de mais de 30 milhoes até 1930,a feira de Paris de 1867 concedeu uma medalha de ouro a empresa de Thonet .

















Bem espero que tenham gostado...

Quem passar por aqui, me deixa um recadinho...

Bjs,

Syl...

Bibliografia e fontes que utilizei para essa postagem:
Mascarenhas, Alayde Parisot ; Arte e decoração de interiores,
Curso Nida Chalegre de Decoração de Interiores,
Obs: A wikipédia em Língua Portuguesa não tem matérias relacionadas aos estilos aqui descritos, em caso de pesquisa procurem em Inglês é a que contém um número maior de informações sobre Biedermeier e Thonet, a wikipédia em espanhol também tem algumas informações, porém muito reduzidas, já os que lêem francês poderão se "esbanjar" nas informações...
mais beijinhos
syl!

14 comentários:

Edna Fadinha disse...

Querida Syl eu tbm te desejo um ano de muitas realizações,saúde,amor,paz e td de bom que tiver no mundo.
Adorei te conhecer(mesmo que virtualmente).
Um maravilhoso 2009 para todos nós!!!
Bjs

badedesign disse...

Olá, Syl.
Muito boa a postagem sobre o estilo nos países baixos.
Aproveito para desejar um excelente 2009 para você.
Um abraço,
Carlos - DecorandoTudo!

Edna Fadinha disse...

Obrigada Syl!!!!!
Bjs querida.

Regiane disse...

Oi Sylvana!!
Simplesmente adoro a maneira com que voce escreve seus textos!!Sou descendente de austriacos e amei o post sobre os moveis.
Amei a visita e o recadinho super carinhoso.
Desejo um novo ano repleto de muitos sonhos concretizados.
Feliz 2009!!
Beijos
Regiane

Marcos disse...

Oi Sylvana! Tudo bem?
Muito obrigado por ter lembrado de mim. Também Desejo a você e toda sua família muito sucesso e muita felicidade neste ano que está chegando. Seus artigos continuam simplesmente maravilhosos

Um grande abraço e um grande 2009.

Seu amigo Marcos César

Edna Fadinha disse...

Lógico que pode Syl, é um dever de quem pensa no planeta.O blog ou outros meios estão ai para nos ajudar e ajudar outros.
Depois vou lá ver como ficou.
Bjs e boa semana!

Ví por aí... disse...

Ei Syl...
Obrigada pela visita (demorou mas chegou)rs...Mas tá valendo!!!

Obrigada também pelas felicitações...aproveitando, lhe desejo um ANO NOVO repleto de realizações...

Que todos os seus desejos se realizem sim!!!

Ah, passei também pelo seu post...e como sempre...fico babando!!!rs

Lindo!

Bjkas e venha me visitar mais vezes!

RENATA ARAUJO disse...

Oi Syl!!!
Tb estou com saudades!!! Amo seu blog, sempre aprendo muitooo toda vez que passo por aqui!!!
Realmente tô no maior corre-corre, não deu para viajar nestas férias, pois meu marido está trabalhando a todo vapor, mas quem sabe no carnaval... ainda me resta esta esperança, rs...
Tô aproveitando para curtir minha casa, meus bichinhos, minha cidade, e os blogs amigos!!!
Um grande beijo!!!

Janice disse...

Sylvana,
seja muito feliz nos EUA, junto ao seu noivo. A vida só vale a pena, se for vivida, assim, intensamente!!!
Felicidades amiga.
Beijo :)

Talma disse...

Oi menina linda! Obrigada pelo recadinho.
Olhei superficialmente seu blog, depois olho com mais calma.
Sabe, tava vendo os móveis vergados e um dos meus sonhos de consumo é uma cadeira de balanço da Thonart. Parece que temos uma fábrica delas em Santa Rita, no RS.
Então vc também está fora do seu chão e como eu, curtindo o sol e o mar nordestino? Aqui é muito bonito, mas nada como a terra da gente.
Beijocas e feliz ano novo!!

Evandro disse...

Ola tudo bem, adorei seu blog nota dez, sou designer e gostaria de uma dica sua para fazer um curso de alguns meses na alemanha, adoro a arguitetura alemã, moro em curitiba, meu emai e evandro_kemmer@yahoo.com.br
Super abraço

Anônimo disse...

Sylvana,
Em pesquisa passei em teu Blog e fiquei impressionado com as informações postadas, é como disse mesmo que poucas mais sucintas, adorei mesmo, peço muita obrigado pelas informações que busquei a aqui e que me atenderam muito bem, no mais obrigado e continue, parabéns.

Sara disse...

Eu gosto de cadeiras modernas, porque a verdade é que quando você vê as antigas cadeiras pega um pouco nostálgico então sempre que eu posso comer para lugares como a a figueira rubaiyat

Deed Pool disse...

Wow! This Could Be One Particular Of The Most Beneficial Blogs We Have Ever Arrive Across On This Subject. Basically Magnificent. I'm Also An Expert In This Topic So I Can Understand Your Hard Work. Agen Bola